Category: Miss

do Mundo Miss

A História do Miss Coari (1940 – 1967)

Neste artigo, poderemos analisar a história do concurso de beleza feminina Miss Coari, realizado desde 1940 até 1967.

Archipo Góes

Miss Coari

Os concursos de beleza são extremamente culturais na cidade de Coari. Geralmente em algumas cidades do estado do Amazonas, acontece apenas a disputa pelo título, todavia, na cidade Coari há um concurso com a participação expressiva de toda a população, colaborando e patrocinando a preparação das candidatas, adquirindo as suas camisas personalizadas para participar ativamente da seletiva e da final do concurso, até mesmo os salões de beleza da cidade, tem por costume fazer parcerias com as candidatas oferecendo o serviço dos profissionais de maquiagem e de cabelo.

O concurso Miss Coari é uma manifestação cultural coariense e uma representação da cultura imaterial do estado Amazonas, sendo um evento que está intrinsecamente ligado às nossas representações.

Miss Coari

O primeiro concurso Miss Coari aconteceu no ano de 1940. A escolha aconteceu pelos periódicos amazonenses “O Jornal” e “Diário da Tarde”. Sendo aclamada a senhorita Emília Abinader, que mais tarde viria a ser esposa do senhor Messias Ribeiro, expressivo comerciante de nossa cidade e mãe do socialite Pedro Abinader Ribeiro.

Miss Coari

Revestiu-se de extraordinário brilho a solenidade levada a efeito na Prefeitura Municipal, no dia 25 de dezembro, a coroação de MISS COARI. Entre muitas candidatas, todas com justas possibilidades de vencer, conquistou o primeiro lugar do concurso de beleza de 1940, a senhorinha EMÍLIA ABINADER, elemento de escol da elite coariense no meio social distinto de Coari.

Para dizer o que foi esse certame, e do significado desse prélio animadíssimo, pois a senhorinha EMÍLIA ABINADER conquistou o terceiro lugar no Estado com uma votação estrondosa, pouco faltando para ter sido eleita MISS AMAZONAS, foi aclamado o doutorando Raimundo Cordeiro para saudá-la, pela sua vitória no pleito e também pelo natalício da eleita, que transcorreu nesse dia.

Assim falou o doutorando Cordeiro:

«Grata e honrosa a incumbência que me foi confiada, e desempenhando no alcance de meu frasear, quero dizer dos motivos desta solenidade. Quiseram os lados que na data de hoje se pintassem dois grandes acontecimentos: o aniversário natalício e a coroação da eleita a mais bela representante condigna da sociedade deste próspero Município. Sempre é uma satisfação para todos, do humilde plebeu ao rico burguês, a passagem do dia do nascimento, jubila-se o coração, a alma freme de contentamento transbordando a alegria de mais um ano em nossa existência. Rendemos graças ao Criador, e os votos de felicidade são os louros colhidos para a palma da existência».

Miss Coari é um concurso de beleza mais tradicional do estado do Amazonas. Foi organizado  a partir dos anos 60 pela associação Tijuca Esporte Club. Depois de alguns anos, passou a ser organizado pela prefeitura de Coari, que no decorrer do tempo, mudou o local do concurso para a praça da São Sebastião, quadra de Esporte São José, Refúgio Dois Pinguins, quadra da escola Dom Mário e atualmente no centro cultural.

O primeiro concurso de beleza internacional de beleza feminina, o Miss Mundo (Miss World), foi criado em Londres (Eng) em 1951, sendo um grande sucesso e muito popular até os dias atuais. O Miss Mundo tem como lema “Beleza com Propósito”, pois cada candidata tem o seu projeto social. No final da década de 1950, a competição foi transmitida pela rede BBC, fazendo sucesso, ganhou grande audiência mundial.

O concurso Miss Universo foi criado um ano depois, em 1952 na Califórnia (EUA). É realizado anualmente, e atualmente, é o concurso internacional de beleza feminina mais importante e badalado. O tema do MU é “Confiantemente Linda”.

Esses concursos foram criados numa configuração hierárquica em que qualquer candidata, ao vencer o concurso municipal, participa de outro concurso estadual (ou província), e ao vencer participa do concurso nacional. Ao vencer a terceira etapa, o concurso nacional, chegará a disputar o concurso internacional final com representantes de cada país.

O Miss Brasil Universo começou a ser organizado no atual formato a partir de 1954, quando a baiana Martha Rocha se tornou a primeira Miss Brasil. Foi o concurso que a grande maioria das cidades do Brasil se associaram automaticamente pela sua grande expressão. Até hoje há pessoas que não conhecem os demais concursos como: Miss Terra, Miss Grand, Miss Mundo, Miss Globo, Miss Beleza Internacional, Miss Supranational, entre outros.

A partir de 1955, os “Diários Associados” no Amazonas, empresa do grupo do empresário e jornalista Assis Chateaubriand, além de organizarem o Miss Brasil desde 1954, começaram a organizar o Miss Amazonas no formato hierarquizado conforme o padrão do Miss Universo.

Em 1955, o ex-deputado estadual coariense, Deolindo de Freitas Dantas, o Dandi, levou a primeira Miss Coari, a senhorita Helvia de Brito Pinheiro, para participar do Miss Amazonas, que teve a coordenação do senhor Epaminondas Barahuna. Mais tarde, na década de 1980, a sobrinha de Deolindo de Freitas Dantas, a professora Simonete Marques Dantas Corrêa Lima foi a principal organizadora dos concursos de Miss Coari.

Em 1956, a cidade de Coari novamente participou do Miss Amazonas 1971 e fez um marcante concurso que ficou na lembrança de todos. A candidata que representou Coari no Miss Amazonas foi a senhorita Geny Silva, que foi apresentada pelo Jornal do Comércio em matéria de 19 de maio de 1956 dessa maneira:

Miss Coari

Geny: modéstia, simplicidade e fleuma de uma legítima cabocla.

A modéstia fez morada na personalidade de Geny Silva, a bela candidata de Coari, que hoje, no Teatro Amazonas, estará competindo, com outras beldades desta mui ensolarada terra de Ajuricaba, no sensacional concurso, para a escolha de Miss Amazonas. O repórter manteve com ela uma agradável palestra, sentindo, no decorrer da conversa, a simplicidade que envolve o seu coração e a sua cativante simpatia. Escolhida para representar o município de Coari, no grande concurso promovido em todo o Brasil pelos Diários e Rádios Associados e patrocinado pelo Organdi Paramount, recebeu a notícia com surpresa e resolveu aceitar a incumbência de representar a sua terra natal, com o único desejo de competir.

Geny, compreensiva, calma, demonstrando em todos os gestos, palavras e fleuma imperturbável da cabocla amazônida, prefere muitas vezes sorrir, a responder às perguntas feitas. Seu olhar parece indicar ao repórter curioso, as respostas procuradas, tranquila, reacende de si uma mística estranha e perturbadora. Gentil, prefere elogiar a ser elogiada.

Entende que as suas companheiras na magnífica tertúlia de beleza que hoje atingirá o seu desiderato, são todas capazes de representar condignamente o nosso Estado, com o brilhantismo que se espera. Sobre si, prefere silenciar, ou quando muito esclarecer que é apenas uma candidata que está competindo esportivamente. Sem nenhuma aspiração maior.

Mas Geny Silva tem predicados suficientes para impressionar o selecionado júri e consagrar lá fora a beleza, a simpatia, a modéstia e a simplicidade da mulher amazonense, embora tente ela mesma negar a verdade.

Logo mais, à tarde, estaremos conhecendo qual a nossa representante na escolha de Miss Brasil. Se Zeina, Cármen, Anabela ou Geny. Todas com reais possibilidades. Todas capazes de brilhar.

De uma coisa estamos certos, após a palestra com a filha de Coary. Ela está competindo porque tem méritos para tal. E com isso, está consagrando a sua terra natal. Vamos aguardar o resultado, na torcida de que Geny Silva receberá calorosos aplausos no Teatro Amazonas e chamar para si a atenção do júri que vai decidir sobre qual será a nova Miss Amazonas.

Jornal do Comércio — 19/05/1956

Miss Coari
Ficha de Geny Silva

Geny Silva não ficou bem classificada na final do Miss Amazonas 1956, contudo, deixou marcado com elegância e carisma, a segunda participação da cidade de Coari num concurso de beleza estadual. 

No ano seguinte, 1957, aconteceu o apogeu do Amazonas nos concursos de beleza feminina com a estonteante Terezinha Morango. Ela era natural de São Paulo de Olivença e naquele ano ganhou o Miss Cinelândia (1956), Miss Amazonas, Miss Brasil e ficou em segundo lugar no Miss Universo, perdendo para a Miss Peru, Gladys Zender, que foi inscrita no concurso irregularmente com 17 anos.

Apesar do apogeu amazonense nos concursos, a partir de 1957, a cidade de Coari evadiu-se dos concursos de beleza feminina, só voltando 10 anos depois, tendo sua terceira participação no Miss Amazonas de 1967.

Miss Coari 67

No domingo, dia 21 de maio de 1967, aconteceu no Tijuca Esporte Club, o concurso Miss Coari 67. Foi um concurso pequeno, com a participação de apenas quatro candidatas. Foi organizado pelo colunista social Black que veio a Coari para o evento. A vencedora do concurso Miss Coari 64 foi a senhorita Maria das Graças Oliveira e Silva.

O Jornal do Comércio do dia 28 de maio de 1967 publicou a seguinte matéria:

MARIA DAS GRAÇAS É A BELEZA DE COARI

Jornal do Comércio – 28/05/1967

Escolhida numa festa maravilhosa, dentre outras concorrentes, a bonita MARIA DAS GRAÇAS OLIVEIRA E SILVA terá a responsabilidade de representar o município de COARI no “M. A. 67”, apoiada pelas classes conservadoras, daquela comuna.

Sobre a escolha e festa de Maria das Graças, o setor de coordenação do Miss Amazonas 67 recebeu da senhora Maria Higina de Coari, o seguinte telegrama: “Jornalista Dr. Jayme Rebello — Rádio Baré — Jornal do Comércio.

— Sensibilizada com o êxito promocional de gala do estimado cronista social Black do programa “Música e Sociedade”, estou enviando meus respeitosos cumprimentos não só ao prezadíssimo amigo, como também a toda equipe radialista e jornalista que empresta a sua valorosa colaboração a querida e maior emissora e jornal dos Diários e Rádios Associados da América Latina. Nossa candidata é a senhorita Maria das Graças Oliveira e Silva, estudante do ginásio “N. S. do Perpétuo Socorro” – 3º ciclo ginasial – Candidata pelo Clube da Felicidade e apoiada pelas classes conservadoras de Coari.

Seguirá no dia primeiro de junho pelo Cruzeiro do Sul, juntamente com o colunista social Black, o qual deixou de viajar na quinta-feira (25-05-1967) porque está ultimando os preparativos da viagem de nossa Miss Coari. Com meus respeitos aqui vai consignada minha imorredoura gratidão”.

A colônia coariense em Manaus prepara festiva recepção à candidata Maria das Graças Oliveira e Silva de quando sua chegada no próximo dia primeiro de junho entrante.

CONFIRMADA A CHEGADA DE MISS COARI PARA QUINTA-FEIRA

Jornal do Comércio – 31/05/1967

O Setor de Coordenação do “Miss Amazonas 67”, em conjunto com a Superintendência dos “Associados” manteve contatos no dia de ontem para que o impasse surgido com a falta de vagas para a viagem de Maria das Graças, Miss Coari 67 na próxima quinta-feira, fosse resolvido e conseguiu junto ao Dr. José Lopes, presidente da Celetramazon, a cessão de duas vagas de funcionários da empresa, a candidata coariense e o cronista Black para que o programa não fosse interrompido, gesto que muito cativou aos dirigentes “associados”.

Queremos, pois, daqui enviar os nossos mais sinceros agradecimentos ao Dr. José Lopes, da Celetramazon, assim como o senhor Dickman, gerente da Cruzeiro do Sul em Manaus, pela cooperação dispensada ao caso.

ATRASO DO AVIÃO TRANSFERE PARA HOJE CHEGADA DE “MISS COARI”

Jornal do Comércio 02/06/1967

A senhorita Maria das Graças Oliveira e Silva, representante do município de Coari, somente chegará a Manaus no dia de hoje, às 16 horas, por motivo de atraso do avião que a transportava para nossa cidade, sendo assim, somente hoje haverá a recepção à meiga e simpática Maria das Graças, que se faz acompanhar na viagem da professora Joaquina Oliveira e do cronista social Black, que daqui foi com a incumbência de promover naquela cidade, a escolha da “Miss Coari 67”.

Todas as candidatas ao “Miss-Amazonas 67”, juntamente com o encarregado do Setor de Coordenação, jornalista, radialista e a colônia coariense em Manaus, estarão presentes na grande festa de recepção à Maria das Graças Oliveira e Silva.

A MISS QUE CHEGA

Jornal do Comércio – 03/06/1967

Miss Coari
Miss Coari chegando em Manaus

A simpatia de Miss Coari encanta

Jornal do Comércio – 08/06/1967

Miss Coari

Sete cabeças para uma coroa

Jornal do Comércio – 09/06/1967

Miss Coari

Essas belezas desfilarão hoje

Jornal do Comércio – 09-06-1967

Miss Coari

Finalmente hoje a escolha do Miss Amazonas

Jornal do Comércio – 09-06-1967

Miss Coari

Nelma Batista eleita Miss Amazonas 67

Jornal do Comércio – 10-06-1967

Miss Coari
Miss Coari

Leia mais em:
Como se Preparar para o Miss Coari – 2017
Cleomara vence o Miss Amazonas em 1992
Fátima Acris – 50 Anos de Nossa Primeira Miss Amazonas

Como se Preparar para o Miss Coari – 2017

Archipo Góes
Coari-Am, 28 de outubro de 2017

Nesse texto de 2017 vamos narrar como uma candidata deveria se preparar para o concurso Miss Coari.

O concurso de Miss Coari é um dos mais tradicionais do estado Amazonas. Teve seu início em 1940 e sua primeira miss foi a senhora Emília Abinader Ribeiro. Há 78 anos, observamos a cada ano, a cidade esperar ansiosamente para a grande disputa entre as candidatas ao Miss Coari.

Você quer participar desse fabuloso evento? então você já está atrasada na sua preparação, se não estiver cuidando dos passos que citaremos em seguida sobre como se preparar para o Miss Coari 2018.

A Preparação Física

O primeiro ponto da sua preparação é aferir as suas medidas, e fazer uma avaliação de que procedimentos que você deve tomar para chegar o mais próximo das medidas padrão de uma miss: 90 x 60 x 90 (Noventa centímetros de Busto, 60 centímetros de cintura, e 90 centímetros de quadris).

Preparar
Medidas Padrão de Miss

Então, o primeiro item da sua preparação deve ser a escolha de um excelente Personal Trainer (Treinador pessoal é um profissional que deve ter uma formação em educação física, que está capacitado a ministrar e supervisionar os treinamentos seguindo os objetivos de quem o contrata), que deverá, entre outras coisas, trabalhar a simetria entre os seus quadris e o seu busto. Contudo, se você estiver bastante longe dos 90 centímetros, deve ser avaliado apenas manter as medidas iguais, mas inferior a 90cm. Não esqueça que seus quadris sempre deverão estar com as mesmas medidas do seu busto.

Há também um caso muito comum, em que os quadris estão com medidas próximas dos 90 cm, contudo os bustos são pequenos e você deve pensar que a única solução seria o implante de uma prótese de silicone. Todavia, sabemos que a cirurgia plástica completa é de R$ 3 mil a R$ 7 mil dependendo da escolha do médico cirurgião. Muitas aspirantes a candidata a Miss, muitas vezes procuram fazer essa cirurgia na Venezuela, onde o custo é extremamente inferior, chegando a ser 50% mais baratos. Contudo, muitas estão fazendo essa intervenção cirúrgicas com médicos não habilitados em cirurgia plástica, causando um problema ainda maior.

Mas, existe outras opções. Com a orientação do seu Personal Trainer, você poderá fazer um aumento pequeno da massa de alguns músculos do tórax (peitoral e das costas), fazendo com que você ganhe uma pequena massa e consiga equacionar assim, as medidas iguais entre busto e quadris. Contundo deve haver apenas um pequeno aumento da massa muscular, jamais definição ou ainda hipertrofia, pois a candidata poderia perder a leveza e sutilidade. Quanto a cintura, é essencial você ter no máximo 60 centímetros de largura.

As medidas padrão de Misses são de referência, ou seja, não é uma obrigatoriedade possuir tais medidas, porém devem ser o seu objetivo: Medidas proporcionais e equilibradas. A atual Miss Universo, a francesa Iris Mittenaere, possui as medidas 90-60-95.

Uma preparação física adequada e iniciada com um ano de antecedência lhe dará um corpo bonito e um tônus muscular excelente, ou seja, seu corpo ficará todo durinho e evitará perca de pontos essenciais pela flacidez. A flacidez muscular será um fator negativo no item de julgamento Beleza Plástica (Subitem Beleza Corporal).

Deve-se fazer musculação 03 vezes por semana durante a fase de preparação. Contudo, quando a competição estiver se aproximando, muda-se o foco para os exercícios aeróbicos, pois, as candidatas vão desfilar de trajes de banho diante da plateia e dos jurados. Deve se buscar um corpo bonito e não exageradamente magro. Da mesma forma que a preparação física é extremamente importante, o auxílio de uma nutricionista e uma esteticista enriquecerão em muito na sua preparação para o concurso.

Com uma boa preparação, você poderá pensar tudo antecipado e não deixar para cima da hora escolhas essências que muitas só descobrem na primeira quinzena de julho.

A Escolha dos Trajes

Num segundo momento, você deve ir pensando no modelo e na cor do biquíni que você usará na seletiva do concurso. Sobre a cor do biquíni para um concurso de miss, dever se dar atenção para que a cor da calcinha seja a mesma do sutiã. Somente em 2017 foi estabelecido uma cor padrão preto.

O modelo do seu biquíni deve ser adequado ao seu corpo. Observe seus traços corporais: quadris largos; seios grandes; barriguinha e gordurinhas; bumbum pequeno; seios pequenos; magrinhas. Vai existir um biquíni certo para vocês e seus traços corporais. Estude, pesquise, você vai encontrar o seu e já vai preparar seu corpo com o bronzeamento para aquele biquíni adequado as suas características corporais. Uma dica para começar, seria ler a matéria no site: http://superela.com/2015/01/19/6-dicas-para-escolher-o-biquini-certo/

Se você realmente quer começar sua preparação agora. Ouse!!! Comece a pesquisar sobre seu “vestido de gala”, veja qual a cor adequada para o seu perfil, seu tom de pele, sua altura. Pesquise modelos e visite os ateliês dos estilistas amazonenses. Há comerciantes coarienses que trazem também excelentes vestidos de São Paulo. Mas, lembre-se jamais compre um vestido com decote impetuoso ou vulgar em demasia, pois, em muitos concursos de miss, é um fator para perca de pontos.

A Pele

A pele, o maior órgão do corpo humano, também deve ser dado uma atenção especial, uma vez que, as marcas de espinhas no rosto e no corpo são um grande empecilho para as candidatas ao Miss Coari. Uma alimentação rica em vitamina A, D, E e K são essenciais, e você deve ter um profissional na área de nutrição lhe auxiliando.

Contudo, é indispensável uma viagem a Manaus para uma consulta com um médico dermatologista, uma vez que não possuímos esse profissional em nossa cidade. Não tenham medo de fazer um tratamento com Roacutan, pois ele realmente funciona, mas, o uso deve ser recomendado e acompanhado por um especialista. Em caso de você possuí alguma tatuagem, seria bom já ir testando as bases de alta cobertura para definir qual melhor camufla ou esconde a sua tatoo.

A Desenvoltura na Passarela

No quarto momento, você deve fazer um curso de passarela. É essencial para quem vai disputar o Miss Coari ter um excelente andamento, postura e desenvoltura ao desfilar numa passarela. Mesmo que você já tenha feito um curso no passado, é fundamental fazer outro ou voltar a praticar na frente do espelho. Lembre-se um pé na frente do outro ajuda nos movimentos de quadris; a postura é essencial, então ombros devem está para trás; e finalmente nada de carão de manequim, você deve ter uma atitude de empatia e simpatia com o público, sendo o seu cartão de visita um lindo sorriso.

O Sorriso

E em si tratando do item de julgamento Simpatia, o sorriso é o principal recurso que uma candidata a Miss dispõe, sendo assim, muito importante cuidar da aparência dos seus dentes. Faz parte da preparação de uma Miss Coari o acompanhamento com um Cirurgião Dentista, uma vez que, sendo necessário, esse profissional fará intervenções de reparo estético, retirada do aparelho ortodôntico na época do concurso. E principalmente, um efetivo clareamento dental com hidróxido de carbamida.

Marketing Pessoal e o Coordenador

No quinto momento a candidata deve cuidar do seu marketing pessoal. Esse momento é extremamente importante, pois a partir dele, abrirão muitas portas para uma preparação perfeita. Uma parceria com um fotógrafo profissional será o primeiro passo para se trabalhar a divulgação de sua imagem nas redes sociais e assim será trabalhado o pré-marketing de sua preparação e na busca da adesão de patrocinadores.

Nesse momento, ressaltamos também a importância de que, desde agora, a candidata a Miss ter um auxílio de um coordenador que lhe representará perante a Secretaria de Cultura e Turismo e lhe orientará durante a sua preparação para a seletiva e no decorrer do concurso de Miss Coari.

O Conceito da sua Apresentação (Cabelo e a Maquiagem)

O cabelo e a maquiagem são itens extremamente importantes para a definição do seu conceito de Miss. Então esses dois profissionais devem desde cedo já serem contactados para juntos com seu coordenador planejarem que tipo de penteado e maquiagem você vai utilizar na seletiva e no próprio concurso. Um dos casos que já podem ser observado, seria se você vai parecer mais velha que a sua idade, que marcas na pele ou maquiagem vão ser camufladas, qual tipo de penteado fica melhor com o formato do seu rosto, assim como qual a maquiagem é adequada com a sua fisionomia.

Dicas Finais

Há detalhes como transporte, lanche e medicamentos etc, que parecem pífios, durante esse momento de preparação, contudo, dentro das seletivas e do concurso serão essenciais. Monte uma equipe de amigos e pessoas que gostem de você para lhe ajudarem durante a fase final do concurso.

O concurso de Miss Coari é essencialmente um concurso de beleza. Contudo, a candidata tem que se preocupar com sua cultura, está informada das notícias da atualidade, dos fatos e fenômenos sociais. Hoje é essencial que uma Miss Coari tenha um curso superior, então, pense em já está matriculada em um.

Em suma, você não deve deixar para julho de 2018 para iniciar sua preparação. Esteja sempre pensando e agindo na frente das outras candidatas. Em 2018, já agendamos uma palestra com o missólogo Miro Sampaio, que vai discorrer sobre Mundo das Misses, um curso de modelo e manequim, e o concurso de Miss Coari Mundo 2018, que vai revolucionar os concursos em nossa cidade.

Cleomara vence o Miss Amazonas em 1992

Nesse texto podemos observar a narração da Folha de Coari sobre o concurso Miss Amazonas 1992 que aconteceu na cidade de Itacoatiara e foi vencido pela coariense Cleomara Araújo.

Miss Coari
Cleomara Araújo e Mara Alfrânia

A beleza da mulher de Coari venceu pelo segundo ano consecutivo o concurso Miss Amazonas, realizado em Itacoatiara, no dia 1º de maio de 1992, na casa noturna Amazon Night.

A vencedora do concurso foi Cleomara de Araújo Costa, 17 anos, com 276 pontos. O segundo lugar ficou com a representante de Itacoatiara, Wicilene Brandão, 271 pontos, e a terceira classificação foi da candidata de Maués, Rosana Dias Pereira, com 268 pontos.

O prêmio da primeira classificada foi Cr$ 1 milhão, o da segunda, Cr$ 500 mil; o da terceira, Cr$ 200 mil. Este foi o terceiro ano de realização do Miss Amazonas Estudantil, promovido pelo grupo folclórico Dança do Vinho. O evento tem o apoio da Prefeitura de Itacoatiara. O seu objetivo, conforme os realizadores, é o de promover a integração dos municípios do Estado.

Miss Coari
Cleomara Costa

O concurso iniciou às 22h do dia 1 de maio, e 15 candidatas, representando vários municípios, inclusive uma de Manaus, desfilaram para a plateia que lotou a Amazon Night. Às 4h30min, da manhã de sábado, após a apresentação de diversas atrações, o resultado foi divulgado. Cleomara Costa foi eleita a Miss Amazonas Estudantil/92.

A coroa e o cetro foram entregues à vitoriosa pelas mãos da, também coariense, Mara Alfrânia Batalha, vencedora do concurso no ano passado. Cleomara Costa disse sentir-se feliz por levar o bicampeonato para Coari. Ela agradeceu o apoio da Prefeitura de seu município que patrocinou a sua ida para Itacoatiara, os trajes de noite e traje típico, usados nos desfiles.

Muitos prefeitos estiveram presentes no concurso e diversos municípios levaram caravanas de pessoas para torcerem por suas candidatas. A representação da Prefeitura de Coari em Manaus alugou um ônibus leito, que foi colocado à disposição dos coarienses.

Quem é Cleomara ?

Cleomara de Araújo Costa, coariense da gema, filha do bancário Almir da Silva Costa (Mica) e da enfermeira Graça Araújo. Viveu sua infância e juventude morando na rua 2 de agosto, no bairro Tauámirim.

Foi uma aluna da escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro na década de 80, se destacou muito nas atividades culturais e nos esportes, tornando-se atleta da seleção coariense de handebol na posição de ala.

Miss Coari
Cleomara de Araújo Costa na II Festa da Banana em 1990
Mara e Cleomara
Entrega da Coroa, Faixa e Manto entre as coarienses no Miss Amazonas

Fonte: A Folha de Coari.

Leia mais em:
Cobra Grande do Lago de Coari, no rio Amazonas
I Festa da Banana – 1989
A História do Miss Coari (1940 – 1979)
Cleomara
Fátima Acris – 50 Anos de Nossa Primeira Miss Amazonas